Trabalhadores da Sabesp decidem nesta 4ª feira se cruzam os braços por tempo indeterminado

Os trabalhadores da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (SABESP) se reúnem, na noite desta quarta-feira (23), na Sede do Sintaema (Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente de SP) para decidir se darão início, ou não, a uma greve por tempo indeterminado.]

Após se reunirem com a direção da Sabesp, representantes do Sindicato participam de uma audiência de mediação no Ministério Público do Trabalho, a partir das 15h.

Até o momento a proposta da empresa inclui reajuste salarial de 4,15% (IPC-FIPE); aumento real de1,3%; reajuste nos benefícios de 8%; adicional para dirigir veículos: para quem dirige e recebe, tirar a média dos últimos seis meses e o resultado passa a ser pago como vantagem de ordem pessoal. Se esse número der menos de R$120,00, o trabalhador receberá os R$120,00, valor esse que também será pago para quem hoje dirige e não recebe; e estabilidade no emprego a 95% do efetivo.

DUrnate o encontro com representantes da empresa, dirigentes do Sintaema frisaram que há não há como aceitar 95% de garantia no emprego, e que a empresa precisa valorizar mais seus trabalhadores, avançando mais no aumento real, entre outros pontos.

A assembleia que deverá deliberar sobre a greve da categoria está marcada para começar às 18h, na sede do Sintaema (Av. Tiradentes, 1323 – Próximo ao Metrô Armênia).

Portal CTB com Sintaema

Compartilhar: