Funcionários da Invensys realizam caminhada em protesto por melhores condições de trabalho

Nem a chuva e o frio da manhã desta quinta-feira (16), retiraram a determinação e a garra dos trabalhadores da Invensys na luta por melhores condições de trabalho e por um Programa de Participação nos Lucros (PPR) mais justo. Os trabalhadores da empresa, na grande maioria mulheres, no terceiro dia de paralisação, realizaram uma caminhada partindo da empresa até a sede do sindicato em protesto por respeito e valorização dos trabalhadores.

A caminhada percorreu as ruas Tronca, Alfredo Chaves, Av. Júlio de Castilhos, Marques do Herval e Bento Gonçalves, para demonstrar a indignação dos trabalhadores que vem sofrendo assédio moral, ganhando um dos salários mais baixos da cidade e sendo explorados.

“A empresa optou por ir na justiça solicitar o chamado interdito proibitório, que proíbe o sindicato de ficar a menos de 50 metros do portão da fábrica. Essa é uma forma de tentar coagir os trabalhadores para que encerrem a paralisação. A luta dos trabalhadores é justa. Agora sim é a hora de ficarmos mais unidos e mobilizados, assim conquistaremos a vitória em mais essa luta”, destaca o presidente em exercício do sindicato, Leandro Velho.

O sindicato tem reunião com representantes da empresa hoje a tarde.

A empresa conta com cerca de 800 funcionários, sendo 85% mulheres.

Foto: Fabíola Spiandorello

Compartilhar: