Sintrase diz que governo terá de pagar o reajuste bloqueado

Com a notícia de entrada de novos recursos para o governo do estado de Sergipe, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores dos Serviços Públicos do Estado de Sergipe (Sintrase), Waldir Rodrigues afirma que agora o governador Jackson Barreto terá de implementar em 100% o acordado nos Planos de Cargo, Carreiras e Vencimentos (PCCVs).

Em Sergipe, os PCCVs foram implementados no dia 1º de julho deste ano. Porém, a administração estadual ficou impedida pela Lei de Responsabilidade Fiscal de efetivar parte do reajuste financeiro nos salários dos servidores, previsto nos planos. “Antes de qualquer tomada de posição sobre novas despesas, Jackson Barreto terá de cumprir a segunda parte da implementação do PCCV, pagando a totalidade dos índices do reajuste que estão bloqueados, por conta do limitador financeiro”, defende o sindicalista.

“Com a atração de recursos, o estado sairá do limite prudencial e assim poderá priorizar o pagamento dos ganhos do reajuste que está sendo aguardado inquietamente pelos servidores”, afirma Waldir Rodrigues.

Fonte: Sintrase

Compartilhar: