SINTEERV MOBILIZA CATEGORIA E A POPULAÇÃO RIO-VERDENSE CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA UNIRV

A comunidade rio-verdense foi surpreendida com o envio à Câmara Municipal de Rio Verde-GO, pelo o poder Executivo Municipal, o Projeto de Lei Complementar – PLC nº 175, ao dia 20 de novembro de 2019, na qual visa a privatização dos serviços públicos, sendo irreparável os prejuízos ao municípios e o desenvolvimento social.

O SINTEERV ao analisar a PLC nº 175/2019 destacou-se que um dos maiores alvos é a Fundação de Ensino Superior de Rio Verde (Fesurv), mantenedora de uma das maiores Universidades de Goiás, Universidade de Rio Verde (UNIRV), sendo a Fundação o principal programa social e de sustentação da economia do Município. A UNIRV concentra hoje um grande ganho sendo bem avaliada pelo MEC com estruturas patrimoniais, administrativas, financeiras e pedagógicas diferenciadas de outras Instituições de Ensino da região.

A PLC nº 175/2019 afronta a garantia didática e cientifica, administração e a gestão financeira e patrimonial, visando a transferência da gestão financeira e patrimonial para o presidente da UNIRV (cargo criado no art. 76 da PLC). Outro ponto destacado e a retirada das atribuições competentes ao Reitor, na qual se limitará: coordenação da política educacional e pedagógica, zelar pela fiel observância da legislação ensino, conferir graus e assinar diplomas e títulos, cumprir e executar as decisões do Conselho Universitário (CONSUNI), dar posse ao Vice-Reitor e aos Pró-Reitores e aos membros do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão (CONSEPE), presidir e convocar o CONSEPE. Sendo assim, o reitor da UNIRV não terá nenhum poder sob a gestão administrativa, financeira e patrimonial.

Ponto de maior preocupação e criticada por professores, estudantes, técnico administrativos e a população está no Art. 105 da PLC 175/2019, que dá poderes ao Prefeito de privatiza-la, entregando-a a interesses privados que não são de interesses ao município.

Para presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino de Rio Verde – GO – SINTEERV, Antonio Graciano Ribeiro (Tonhão), a PLC 175/2019, são ameaças reais de destruição desse inestimável patrimônio do povo rio-verdense, a perca deste patrimônio trará as percas sociais e históricas e o mais importante a limitação do ensino, da pesquisa e da extensão. Devido a essa preocupação o SINTEERV está realizando uma ampla mobilização em defesa da UNIRV e do próprio município, visando impedir que o poder legislativo faça coro ao executivo e aprove esse crime contra o presente futuro de Rio Verde – GO

Assembleia do SINTEERV com trabalhadores, professores e estudantes da UNIRV.

 

SINTEERV na mobilização da população de Rio Verde – GO contra a Reforma da Previdência.

 

População de Rio Verde na Câmara Municipal pressionando vereadores a votarem contra a PLC 175/2019

Compartilhar: