Reintegração de posse no centro de SP acaba em confronto e 70 presos

A Polícia Militar entrou em confronto com membros de uma ocupação promovida pela Frente de Luta pela Moradia (FLM) no centro de São Paulo na manhã de hoje (16). De acordo com pessoas que passam pela região, o que era uma reintegração de posse logo se transformou em confusão, com uso de bombas de efeito moral e, mais tarde, balas de borracha e a chegada da tropa de choque.

O prédio ocupado pelos trabalhadores sem-teto fica na região da rua São João e já estava há 10 anos em situação de abandono. Depois que um ônibus foi posto em chamas no cruzamento da rua Xavier de Toledo com o Viaduto do Chá, por volta das 10h, a polícia isolou a área. Segundo testemunhas, uma mulher ordenou que todos descessem e ateou fogo ao coletivo.

O confronto deu espaço para que alguns vândalos tentassem depredar estabelecimentos comerciais, que se viram obrigados a fechar as portas, e desviu as rotas de 32 linhas de ônibus. Pedras e gás lacrimogêneo acertaram muitos dos curiosos que se aglomeravam próximo ao local.

A Secretaria de Segurança Pública relata, até o momento, 70 ocupantes presos por consequência da resistência à desocupação, encaminhados ao 3º DP (Campos Elíseos). Com parte do tráfego liberado e o prédio esvaziado, policiais ainda fazem pesada patrulha no entorno do Theatro Municipal.

1609 Reapropriação de posse 5

Fotos: Cinthia Ribas/CTB

Compartilhar: