Protesto cobra julgamento dos assassinos de Colombiano e Catarina

 

A CTB-BA, familiares e amigos de Paulo Colombiano e Catarina Galindo realizam uma grande manifestação na próxima segunda-feira (30), às 9h, em frente ao Fórum Ruy Barbosa, em Nazaré, para cobrar celeridade no julgamento dos acusados pelo assassinato do casal, ocorrido em 29 de junho de 2010.

Após quatro anos do crime, os acusados continuam em liberdade, gerando a indignação de todos. Segundo as investigações da Polícia, o casal foi assassinado após Colombiano, que era tesoureiro do Sindicato dos Rodoviários, ter descoberto irregularidades em contratos entre a entidade e a empresa MasterMed , referente ao plano de saúde da categoria.

Em 2012, a polícia chegou a prender os donos da MasterMed, Claudomiro César Ferreira Santana e Cássio Antonio Ferreira Santana, que foram indiciados como mandantes do crime, além de Daílton Ferreira de Jesus, Edilson Duarte Araújo e Wagner Luiz Lopes de Souza, responsáveis pela execução do casal. No tanto, todos foram soltos posteriormente e aguardam o julgamento em liberdade.

Com a demora no julgamento, a família teme que os mandantes do crime fujam do país, por isso vai pedir que a Justiça recolha os passaportes dos irmãos Ferreira Santana . “Alguns casos já registrados no país indicam que nesse longo período que separa o crime do julgamento, alguns criminosos, – especialmente endinheirados -, organizam a fuga e escapam da punição que pode ser estabelecida em julgamento – daí a necessidade de a justiça recolher os passaportes dos criminosos, que suponho não ter sido providenciado”, disse Geraldo Galindo, irmão de Catarina.

Fonte: Ascom CTB-BA

Compartilhar: