Petroleiros de Areia Branca (RN) aprovam proposta de Acordo Coletivo de Trabalho

Em assembleia realizada na última quinta-feira (04), na cidade de Areia Branca (RN), os trabalhadores da Empresa Brasileira de Perfurações – Perbras decidiram autorizar o Sindipetro-RN a assinar proposta de Acordo Coletivo de Trabalho – ACT (2012-2013). Conforme os termos acordados, os salários sofrerão reajuste de 6,5%. O mesmo percentual incidirá sobre o vale-alimentação (cesta básica), que passa de R$ 325,00 para R$ 346,00, e sobre o tíquete-refeição, que vai de R$ 10,80 para R$ 11,50.

Como a data-base da categoria é 1º de setembro, a Perbras vinha pagando, por iniciativa própria, um adiantamento equivalente a 5,8%. Por isso, com o fechamento do Acordo, o valor a ser compensado retroativamente é a diferença entre aquele já repassado pela Empresa e os 6,5% agora pactuados. Segundo o diretor para Assuntos do Setor Privado e Terceirizados do Sindipetro-RN, Manoel Assunção, a proposta aprovada ainda não corresponde ao ideal, mas a decisão dos trabalhadores é soberana.

Outras reivindicações – Durante o processo de negociação do Acordo Coletivo, o Sindipetro-RN ajustou com a Perbras outras duas matérias de interesse da categoria. Com relação aos demitidos após a data-base, ficou acertado que a PLR e os retroativos de salários e benefícios serão pagos em maio. Já, com relação aos trabalhadores da SPT 80, que também deverão receber a PLR em maio, foi revista a forma de cálculo de adicionais e benefícios que vinham sendo pagos de forma equivocada.

A Perbras estava desconsiderando o regime 14×14 e a jornada ininterrupta de 12 horas, e vinha pagando proporcionalmente aos dias trabalhados, o que é ilegal. Os trabalhadores não têm culpa se parte do tempo em que estão à disposição da empresa não é aproveitada por ela. A supervisão local da Perbras garantiu que a partir deste mês, pagará os salários com todos adicionais corretos, 30 horas extras fixas normais e legais e, também, todas as horas extras trabalhadas.

Fonte: Sindipetro

Compartilhar: