Pauta da Campanha Salarial dos comerciários do Rio de Janeiro aprovada por unanimidade

Por Comunicação do Sindicato dos Comerciários do Rio de Janeiro

As comerciárias e os comerciários aprovaram por unanimidade a pauta da Campanha Salarial 2023. Os principais pontos apresentados pelo sindicato foram debatidos e votados em assembleia que aconteceu na noite desta quarta-feira (29), e que agora serão negociados com as entidades patronais.

“A campanha salarial deste ano vai tratar de pontos importantes e atuais no debate público do nosso país. ‘Mais salários, mais empregos e menos juros’ é o tema escolhido pela diretoria para brigar pelo reajuste dos trabalhadores. Enviaremos a pauta aos patrões e o Sindicato espera, em breve, iniciar as negociações. Vamos mostrar que os comerciários também estão conscientes do quadro econômico e das causas das dificuldades financeiras no Brasil”, afirmou Márcio Ayer, presidente do Sindicato dos Comerciários.

O presidente falou também sobre como a participação dos trabalhadores pode resultar no sucesso da campanha e sobre os pontos apresentados, que estão interligados.

“A participação dos trabalhadores é vital neste movimento de negociação com os patrões. Precisamos garantir o reajuste dos salários e a criação de mais empregos, por isso, estaremos nas lojas e supermercados dialogando com os comerciários. Já a baixa dos juros é uma medida econômica que resulta na queda de preços e isso melhora a vida da população. Com a diminuição dos preços, haverá acesso a produtos mais baratos no dia a dia, aumentando as vendas do comércio e, com isso, melhorando salários”, concluiu.

A assembleia foi realizada de forma híbrida, presencialmente na sede e de forma virtual, possibilitando a participação de mais trabalhadores. A data-base para os setores do comércio varejistas e atacadistas é 01/05 (Sindilojas, Fecomércio e outros), e para o setor varejista de gêneros alimentícios é 12/05 (supermercados e hortifrutis).

Confira os principais pontos aprovados durante a assembleia e acompanhe as negociações em nosso site e nas redes sociais:

Reajuste salarial

A proposta de reajuste salarial aprovada é de correção da inflação pelo índice do INPC, mais 3% de ganho real, de modo a aumentar o poder de compra dos trabalhadores. O índice do INPC será divulgado no começo de maio. 

Auxílio Creche e Quebra de Caixa

O pagamento do auxílio deve ser reembolsado para cada filho com a idade de até 6 anos, corrigido pelo INPC com o acréscimo de 3% do valor hoje praticado, as empresas com até 50 ou mais de 50 empregados. Para a Quebra de Caixa, a empresa deverá pagar um acréscimo de 10% sobre o salário efetivamente recebido mensalmente.

Cesta Básica

A empresa deverá pagar R$ 200,00 por mês, a fim de auxiliar os trabalhadores nas compras. O pagamento deve ser feito por meio de um cartão de uso livre do empregado, podendo ser utilizado dentro ou fora do estabelecimento.

Luta por promoção da saúde do comerciário

Na pauta aprovada, o Sindicato vai lutar para que as empresas subsidiem os planos de saúde e odontológico de todos os seus empregados e dependentes, de modo a atender as necessidades de seus trabalhadores, como por exemplo de médicos próximos a seus locais de moradia e trabalho.

Ações Afirmativas

Para as políticas de inclusão social, as empresas com mais de 100 empregados devem se comprometer a destinar no mínimo 50% de seus postos de trabalho em cargos de chefia, gerência ou superioridade hierárquica a trabalhadores negros, pardos ou indígenas.

Confira a pauta completa! Acesse: Pauta Campanha Salarial

Compartilhar:

Conteúdo Relacionado