Paraíba: Bancários anunciam 90% de paralisação e programam greve

O Presidente em exercício do Sindicato dos Bancários da Paraíba, Marcos Henriques, disse hoje que a adesão à paralisação da categoria, realizada no dia de hoje, é de 90%. Segundo ele, apenas as agências do Banco Real mantiveram seus serviços por causa do pagamento dos servidores estaduais, que começou hoje.

Os serviços internos dos bancos estão paralisados e só os caixas automáticos funcionam no dia de hoje nas agências que aderiram à mobilização.

Os bancários estão em campanha salarial e receberam na última quarta-feira, 24, após quatro rodadas de negociação, os representantes da Federação Nacional dos Bancos (Fenaban) apresentaram uma proposta de reajuste de 7,5%. Os bancários pedem 13,24% e dizem que aguardam uma contra-proposta somente até a quarta-feira, ameaçando começar uma greve por tempo indeterminado a partir da quinta-feira, 2.

Os bancários estão reivindicando, além do reajuste salarial de 13,23% (inflação mais 5% de aumento real); vale-alimentação de R$ 415; vale-refeição de R$ 17,50/dia; e Participação nos Lucros e Resultados (PLR) de três salários mais valor fixo de R$ 3.500, sem teto, nem limitador.

O Sindicato dos Bancários da Paraíba informou que uma das prioridades na campanha salarial deste ano é a luta contra a pressão e o assédio moral, principalmente no Banco do Brasil.

Paraiba.com.br

Compartilhar: