Número de trabalhadoras na construção civil duplicou em Porto Alegre

O número de mulheres trabalhando na construção civil aumentou 128% desde 2007, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Atualmente, há 6.047 profissionais. Em 2007, eram 2.658. Os dados são de vagas formais e compilados pela Fundação de Economia e Estatística.

A busca por mulheres para as vagas tradicionalmente masculinas se deve à necessidade de mais trabalhadores com a forte expansão da indústria da construção civil. Mas elas ainda representam menos de 9% do total de empregados no setor.

“A tendência é que o trabalho feminino seja bem-visto pelas empresas do setor, que evocam as capacidades de organização, de observar detalhes, de evitar desperdícios, dentro outras, contribuindo para a minimização dos custos de produção”, prevê a economista da FEE, Áurea Breitbach.

Há uma outra ressalva. A participação das mulheres ocorre mais em faixas de rendimento mais baixo da construção civil. Na faixa entre 1 e 1,5 salário mínimo, estão 32% das mulheres.

Portal CTB com agências

Compartilhar: