Greve na Sabesp começa com grande adesão da categoria

sabesp greve2013

Os trabalhadores e trabalhadoras da Sabesp aderiram em massa ao movimento grevista iniciado nesta terça-feira (4). Durante o dia, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Água, Esgoto e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (Sintaema), Rene Vicente, se reubniur com a direção da empresa para discutir as reivindicações da categoria.

Nesta quarta-feira, o dirigente participará de audiência no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), às 11 horas, para debater uma saída para a greve. Também haverá uma nova assembleia, às 14h, em frente à Sabesp.

Reivindicações

Os cerca de 15 mil trabalhadores da Sabesp, empresa que fornece água, coleta e tratamento de esgotos no estado de São Paulo, deflagraram uma greve por tempo indeterminado a partir desta terça-feira (4). A decisão foi unânime e ocorreu em assembleia na sede do Sintaema, um dia antes.

Durante uma audiência de conciliação no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), na manhã desta terça, a empresa, de economia mista, formalizou o aumentou do reajuste proposto de 5,37% para 6,95%. No entanto, não houve avanço nos outros itens da pauta de reivindicação.

De acordo com o presidente do Sintaema, a categoria tem uma reivindicação emblemática: o fim do salário regional que “acarreta em uma diferença de até 20% entre o pagamento dos trabalhadores da capital e do interior do estado”. Além disso, também exigem o retorno do Adicional por Tempo de Serviço. “Uma conquista que nos foi tirada”, afirma o dirigente.

Com relação à planificação dos salários regionais, a empresa propôs fazer um estudo até o final do acordo da próxima data-base , em 1º de maio de 2014.

Com informações do Sintaema

Compartilhar: