Funcionários da Expresso Javali de Caxias do Sul optam pela rescisão indireta do contrato de trabalho

Em assembleia realizada na manhã desta quarta-feira (19), os trabalhadores da Expresso Javali optaram pela rescisão indireta do contrato de trabalho, que será encaminhada por meio do departamento jurídico do Sindicato dos Rodoviários de Caxias do Sul e Região.

Desde terça-feira (18), os trabalhadores estavam paralisados devido aos salários atrasados desde dezembro, férias sem pagamento, atraso no pagamento do FGTS e desconto em folha de convênios que não haviam sido pagos.

“Agora vamos ingressar com uma medida cautelar de arresto (apreensão dos bens da empresa) para que os trabalhadores recebam seu dinheiro. Além disso, neste momento ingressaremos com ação trabalhista para pleitear a baixa da carteira, fundo de garantia e seguro desemprego”, explicou o advogado do Sindicato, João Batista Wolff Gonçalves de Oliveira.

Dos mais de 70 funcionários da Javali, apenas quatro voltaram ao trabalho.

Fonte: Sindicato dos Rodoviários de Caxias do Sul

Compartilhar: