Entregadores por Apps param suas atividades em Belo Horizonte em protesto

A exemplo do que aconteceu em várias capitais do país, os entregadores por aplicativos paralisaram seus trabalhos no final da manhã desta quarta-feira, 1, em Belo Horizonte. Eles se concentraram a partir das 11h diante do  prédio da Assembleia Legislativa, no bairro Santo Agostinho, e em seguida saíram usando suas suas motos em direção ao Palácio da Liberdade, sede simbólica do governo de Minas, onde se concentraram durante alguns instantes. Dali saíram em direção à Praça 7, no centro da capital mineira, onde realizaram nova concentração.

Os entregadores reivindicam aumento do valor das corridas e pacotes; reajuste do valor mínimo por entrega; fim dos bloqueios e desligamentos indevidos e seguros de roubo, acidente e vida. Eles exigem também o fim do sistema de pontuação, sala de apoio, ou seja, uma sede do Ifood na cidade; suporte fora das corridas (telefone e e-mail para contato direto com o App), e reunião com os órgãos públicos (prefeitura e governo estadual) e com representantes dos Apps.

Foto de Anderson Pereira

Compartilhar: