Educadores decidem pela suspensão da greve em Jequié (BA) após assinatura de acordo

A Prefeitura Municipal de Jequié assinou, na última quinta-feira (8), o Termo de Acordo que configura o fim do movimento grevista que teve a duração de 27 dias corridos. Após mais uma longa rodada de negociação, no período da manhã com a APLB Sindicato e Executivo Municipal, o acordo pôde ser apreciado e aprovado pela categoria em assembleia.

Com a reafirmação da proposta, a diretoria da APLB reuniu-se novamente com o governo para buscar o fechamento do Acordo. A Assinatura do Termo aconteceu na Sede da Prefeitura, onde estiveram presentes o Comando de greve, a diretoria da APLB, os vereadores Neto da Água e João Cunha, dirigente da CTB, Celso Argolo, a Secretária Municipal de Educação, Rita Barreto, a Presidente do Conselho Municipal de Educação – CME, Vitória Brandão, além da Prefeita, Dra Tânia Brito e o Procurador Geral do Município Dr. Marcos Neves.

Durante a assinatura, a diretora da APLB Sindicato, Caroline Moraes, deixou claro que a categoria suspendeu a greve, mas que esta irá se manter mobilizada, acompanhará o cumprimento do Acordo e lutará por melhorias na qualidade da Educação do Município: “por entender a difícil situação que a Prefeitura enfrenta nesse momento, os Trabalhadores abriram mão do retroativo de janeiro a julho de 2012 e aceitaram o percentual do Piso Salarial do Magistério de forma parcelada, mas se o acordo não for cumprido, em qualquer circunstância, a categoria fará uma agenda de mobilizações e tampouco iniciará o ano letivo de 2014”, destacou.

aplb jequie assinatura acordo

A diretora disse também que em uma greve há muitas divergências e que estas ajudam no amadurecimento tanto do trabalhador como do governo: “Queremos dialogar com o governo municipal, queremos mais transparência! Nós, da APLB, vamos sempre nos manter comprometidos com a melhoria da Educação no nosso Município”, concluiu Caroline. Ela também agradeceu o empenho dos vereadores em acompanhar de perto a negociação da APLB com o Governo Municipal.

Na sexta-feira (09), em assembleia na Casa da Cultura Pacífico Ribeiro, a categoria decidiu pelo retorno às aulas a partir do dia 12/08 (segunda-feira), mas ainda em estado de mobilização.

Fonte: APLB Sindicato

Compartilhar: