CTB/RS realiza reunião ampliada para debater conjuntura e decreto de Bolsonaro que altera legislação trabalhista

A direção estadual da CTB gaúcha realizou na manhã desta quinta-feira uma reunião virtual ampliada com a participação de federações e sindicatos, convidados e assessorias jurídicas.

Aberta às 9 horas pelo sindicalista Guiomar Vidor, presidente da Central classista no Rio Grande do Sul, a reunião foi pautada pela análise da conjuntura, feita pelo jornalista Umberto Martins, assessor da CTB, e da minuta de decreto do governo Bolsonaro que altera a legislação trabalhista, que ficou a cargo do advogado Magnus Farkatt, assessor jurídico da CTB.

Também foram objeto de debate e deliberação a agenda de lutas e ações correspondentes ao reajuste do Salário Mínimo Regional/2021.

Os sindicalistas ressaltaram a necessidade de intensificar a resistência e a luta unitária das centrais e movimentos sociais em defesa da classe trabalhadora e contra o governo Bolsonaro, tendo como bandeiras prioritárias neste momento a vacinação do povo brasileiro, o restabelecimento do auxílio emergencial no valor de R$ 600,00, a taxação das grandes fortunas e das remessas de lucros ao exterior, a implementação urgente de um plano de recuperação do emprego e da economia ancorado nos investimentos do Estado.

Essas lutas devem ser articuladas e coroadas com a campanha Fora Bolsoaro, que vem ganhando corpo em todo o território nacional e será o motor da nova carreata nacional convocado pelas centrais e as Frentes Brasil e Popular e Povo Sem Medo para 21 de fevereiro (domingo).

Compartilhar: