CTB Nacional vai recorrer da decisão sobre CTB/GO

A professora Ailma Maria de Oliveira obteve uma vitória provisória na ação em que reivindica o reconhecimento do congresso no qual se proclamou presidenta da CTB Goiás. Sentença favorável à sua demanda foi proferida no dia 18 de março na cidade de Goiânia pelo juiz Édison Vaccari, titular da Vara do Trabalho. Mas é preciso dizer que se trata de uma decisão de primeira instância, sujeita a recurso.

A CTB deve interpor um Recurso Ordinário ao Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região com o objetivo de reformar a sentença de primeira instância. Não restam dúvidas de que o grupo liderado pela professora Ailma carece de maior representatividade, sendo formado basicamente por núcleos de base, sem respaldo nas entidades representativas das categorias, ao contrário do que se verifica com a sessão estadual da CTB presidida pelo companheiro Railton Nascimento de Souza, que tem amplo respaldo entre os sindicatos.

São Paulo, 18 de março de 2019

Direção Nacional da CTB

Compartilhar: