Comitiva do Sinfa-RJ abre campanha salarial 2012 em Brasília

Com aproximadamente 90 integrantes em sua comitiva empunhando faixas e banners, o Sindicato dos Servidores Civis e Empregados do Ministério da Defesa (Sinfa-RJ) marcou presença na grande mMarcha desta quarta-feira (28), realizada na Esplanada dos Ministérios, em Brasília, dando início à sua campanha salarial 2012.

A maior bandeira da campanha é a inclusão na carreira de tecnologia militar dos servidores públicos federais do Plano Geral de Poder Executivo (PGPE), lotados em organizações de tecnologia militar.

Além disso, o Sinfa também lutará para a criação do Plano de Cargos e Carreiras do Ministério da Defesa. “Não vamos discutir com o Poder Executivo regulamentação das GQs, que foi a nossa bandeira na campanha 2011 e conquistamos com sucesso, porque essa questão já está sendo tratada pelo Congresso”, afirmou o presidente do Sinfa, Luís Cláudio de Santana. “Esse ano, vamos lutar pelo PGPE porque ano passado brigamos pelo PCCTM ”.

A manifestação desta quarta-feira reuniu cerca de cinco mil servidores federais de mais de 30 entidades representativas da categoria, na Esplanada dos Ministérios. Os manifestantes se concentraram em frente ao prédio do Ministério do Planejamento de onde gritaram palavras de ordem em favor das causas dos servidores.

Protestos e reivindicações em faixas e banners

As faixas e banners que os integrantes do Sinfa exibiam traziam as seguintes demandas específicas do sindicato para a campanha salarial 2012: “Servidores Civis lotados no Ministério da Defesa, diminuição de verbas para as políticas públicas, desvalorização do servidor público, corrupção… Quem paga?”.

Em outra faixa, a mensagem: Chega de discriminação nas organizações de Tecnologia Militar”. E “Plano de Cargos da Defesa : uma questão de Justiça. PGPE também é Defesa”. Nos banners, mais protestos: “Inclusão dos servidores do PGPE no PCCTM”, “Plano de carreira da Defesa já!”.

Em seu discurso, do alto do carro de som estacionado em frente ao prédio do Ministério do Planejamento, Luís Cláudio de Santana, diretor da CTB enfatizou. “Estão reunidas aqui mais de 60 entidades representativas dos servidores públicos federais e nosso objetivo é abrir as negociações com o governo para a campanha salarial 2012”, disse o presidente do Sinfa.

Texto: José Luiz de Pinho (Foto: Rodrigo Martins)

Compartilhar: