Centrais promovem ato unificado pelo Dia do Trabalhador no Maranhão

As centrais sindicais do Maranhão estarão unidas neste dia 30 de abril em atividades alusivas Dia de Paralisação em Defesa da Educação Pública e ao Dia do Trabalhador. Os eventos serão antecipados e incluem um ato-show em frente à Casa do Maranhão, a partir das 18h.

 

Dando início às mobilizações desta quinta-feira, haverá manifestação encabeçada pelo Sinproesemma (Sindicato dos Trabalhadores em Educação Básica das Redes Estadual e Municipais do Maranhão), a partir das 8h, na Praça Deodoro, em São Luís.

Já o Ato Unificado em Defesa da Educação Pública acontece a partir das 16h, em frente à Universidade Federal do Maranhão (UFMA), organizado pelo Diretório Central dos Estudantes da Ufma (DCE), Associação dos Servidores da Ufma (ASSUMA) e Sindicato dos Professores da Ufma (SindUFMA).

A atividade unificada terá participação também da CTB-MA, Central Única dos Trabalhadores (CUT), Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST), Força Sindical e União Geral dos Trabalhadores (UGT).

O presidente da CTB-MA, Joel Nascimento, explica que o ato em defesa da educação pública inclui também manifestação contra o PL 4330 (da famigerada terceirização) e a favor da taxação das grandes fortunas.

Além dos professores, estudantes, funcionários da UFMA, centrais sindicais e sindicatos filiados, participarão militantes, simpatizantes e estão também convidados os cidadãos e as cidadãs que desejarem manifestar sua insatisfação em relação às medidas que os empresários pretendem aprovar em prejuízo da classe trabalhadora.

É show. Joel Nascimento adiantou a confirmação do ato-show, à noite, no Reviver, com apresentação do bumba-meu-boi da Maioba e das cantoras Teresa Canto e Telma Marques, entre outros grandes nomes da música popular maranhense. Também garantiram presença os deputados Fernando Furtado (PC do B) e Zé Inácio (PT).

Saúde. Paralelamente, acontece nestes dias 29 e 30 de abril o Seminário sobre Saúde do Trabalhador em memória das vítimas de acidentes e doenças de trabalho.

Fonte: Sinproesemma

Compartilhar: