Câmara Municipal de Natal debate importância da Unicidade Sindical

A CTB participou na tarde da última segunda-feira (07) de um debate promovido no Planário da Câmara Municipal de Natal (RN), pela Frente Parlamentar do Trabalhador, para discutir a campanha “Unicidade Sindical”. A reunião foi conduzida pelo presidente da frente, vereador George Câmara (PCdoB).

Parlamentares e dirigentes da CTB (Moacir e Divanilton) destacam revelância da unicidade

O parlamentar explicou a importância do debate. “A campanha Unicidade Sindical busca fortalecer a luta das entidades de classe dos trabalhadores. Nós estamos aqui buscando a união dos sindicatos em favor dos trabalhadores. Estamos buscando evitar também a pulverização dos sindicatos”, destacou o vereador George Câmara.

Participaram da reunião Divanilton Pereira, dirigente da CTB  Nacional e Moisés Leme, presidnete da CTB Rio Grande do Norte (CTB-RN). A atividade contou ainda com a presneça do representante da Nova Central Sindical de Trabalhadores (NCST).

“Estamos aqui para destacar o nosso trabalho e enfatizar as mudanças que podem ocorrer. Uma das coisas que posso dizer é que acabando o imposto sindical muitos sindicatos vão fechar as portas. Outra bandeira nossa é a redução da carga horária de 44 para 40 horas semanais que é algo justo na realidade nacional”, disse o dirigente da CTB-RN, Moacir Soares.

Uniocidade_debate_natal_elpidio_jr

Divanilton Pereira, lembrou que o grande patrimônio tático da classe trabalhadora é a sua unidade política e essa condição indispensável deve estar assegurada numa estrutura sindical que a privilegie. “Garantir constitucionalmente a unicidade sindical é preservar uma melhor condição de luta para os trabalhadores e as trabalhadoras. Propostas que dispersem e dividam organicamente a base sindical de nossa classe são caminhos que só fortalecem o capital e a CTB não permitirá esse retrocesso e enfrenta com convicção essa capitulação de algumas organizações no Brasil”, destacou o dirigente.

Outros temas foram debatidos na reunião, entre eles as mudanças da previdência, demissões em massa e tributação sindical.

Portal CTB (foto: Elpidio Junior)

Compartilhar: