Bancários de São Paulo elegem Chapa 1 para comandar sindicato

Presença massiva dos bancários nas urnas (crédito: Gerardo Lazzari)

bancarios eleicao

Entre os dias 25 e 29 de março, mais de 28 mil bancários compereceram às urnas para eleger a nova diretoria do Sindicato dos Bancários de São Paulo, Osasco e Região. A Chapa 1, que conta com o apoio da CTB e CUT foi a vitoriosa para comandar a entidade na próxima gestão 2014/2017.

O resultado da apuração foi divulgado no sábado (29). Foram coletados 28.741 votos de sindicalizados, em São Paulo, Osasco e mais 15 municípios que integram a base. A chapa 1 obteve 23.159 votos válidos (82,11%), contra 4.746 (16,8 %) da chapa 2. Houve ainda 539 votos nulos e 297 em branco.

Ao todo foram cerca de 200 urnas, entre as fixas, que ficaram nos prédios administrativos dos bancos, e as itinerantes, que percorreram as agências bancárias, acompanhados por mesários das duas chapas. Na sede do Sindicato ficou disponível uma urna destinada preferencialmente aos bancários aposentados ou que estejam afastados – férias, licença, doença ou outros motivos.

Para os bancários da CTB, que compõem a diretoria, o processo foi tranquilo e prevaleceu a democracia. “Esse processo teve saldo positivo, pois a categoria compareceu em massa às urnas. O setor rentista tem grande influência na política nacional. Então, os sindicatos, em especial aqueles que representam os bancários, têm uma posição estratégica neste momento, e quase dois terços da categoria estão concentrados aqui em São Paulo”, destacou o bancário classista, Edson José de Oliveira.

“Vamos continuar defendemos as bandeiras da CTB em defesa de avanços para os bancários de São Paulo. Acho que contribuimos bastante, e desempenhamos um papel fundamental nesse debate. Uma conquista que sempre defendemos foi a adoção do Vale Cultura, que entrou na última campanha salarial”, destacou Onisio Paulo Machado, bancário da CTB.

 Portal CTB

Compartilhar: