Bancários de Sergipe lamentam morte do governador Marcelo Déda

Morreu na madrugada desta segunda-feira (2), aos 53 anos, o governador de Sergipe, Marcelo Déda. Ele lutava contra um câncer gastrointestinal e estava internado desde maio no Hospital Sírio-Libanês para tratamento da doença descoberta há um ano e três meses.

O presidente do Sindicato dos Bancários de Sergipe (SEEB/SE), José Souza declarou: “Marcelo Déda foi uma das raras lideranças políticas sergipanas que emergiu do movimento social e sindical. Para nós trabalhadores e trabalhadoras, este é um dia de muita tristeza. Mas sabemos que ele vai nos acompanhar e torcer por todos nós. E nós teremos de nos esforçar e seguir o exemplo desse homem. A vida continua e teremos de seguir adiante defendendo e lutando por um projeto de desenvolvimento econômico e social mais justo para o nosso estado e para o nosso País”, afirmou emocionado. 

Velório e enterro 

O velório será no Palácio Museu Olímpio Campos, patrimônio histórico de Sergipe, restaurado por Marcelo Déda.  De acordo com as informações da imprensa e do governador em exercício Jackson Barreto, a família de Déda chegará com o corpo ao meio dia. Jackson Barreto anunciou luto oficial. Os diretores do SEEB estão acompanhando as notícias e vão participar das homenagens ao líder sergipano. 

Com informações da SEEB/SE

Compartilhar: