Bancários de Feira de Santana (BA) barram contingenciamento no Itaú e Santander

Mesmo com lucros recordes no primeiro semestre (R$ 30 bilhões), as organizações financeiras tentam explorar os bancários, obrigando-os a furar a greve e trabalhar depois das 16h.

Nesta terça-feira (08), os bancos, mais uma vez, convocaram os funcionários para o horário pós-expediente. Sabendo do desrespeito absurdo, os grevistas se mantiveram nas comissões de esclarecimentos nas duas principais unidades do banco Itaú na Rua Conselheiro Franco e nas 04 unidades do Santander existentes na cidade, até as 19:00h, evitado, assim, o contingenciamento dos trabalhadores.

O sindicato dos Bancários de Feira de Santana alerta que manterá a postura por toda semana e estenderá estratégia para as outras agências bancárias da cidade, com o intuito de demover os administradores da prática contumaz de “convocar” os bancários em greve para trabalhar após o horário normal de funcionamento das agências, garantindo aos trabalhadores o direito constitucional de greve.

O sindicato se manterá atento e denunciará os administradores que queiram tentar ferir a legislação e conturbar um movimento pacífico, ordeiro e legal.

Os bancários estão em greve e assim se manterão até que os patrões respeitem a categoria e façam uma proposta que contemple as suas necessidades.

Fonte: Seeb-Feira

Compartilhar: