Após morte de policial, madrugada de chacina em Belém do Pará

Nove pessoas foram assassinadas em represália à morte de um PM em Belém-PA. O cabo Figueiredo, membro da Ronda Ostensiva Tática Metropolitana (Rotam – PM), foi morto a tiros por volta das 19h30, no bairro Guamá, quando voltava para casa, à paisana. Ele estava afastado da corporação por problemas de saúde, e respondia a um processo na Justiça por homicídio. Foi atingido por três tiros e morreu no local. Ao longo da noite de terça e madrugada desta quarta (5), usuários relataram pela internet a tensão vivida na cidade. Em um vídeo, um morador filma, da janela de casa, a movimentação de motos e carros passando pela rua, com barulhos de tiros ao fundo. O último crime ocorreu por volta das 2h.

De acordo com nota oficial, o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC) registrou quatro homicídios no bairro da Terra Firme e outros quatro homicídios nos bairros do Marco, Guamá, Jurunas e Sideral. Mas há diversos relatos informais sobre muitos outros mortos.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública (SSP), uma equipe da polícia investiga esses arquivos. “Há muitas imagens e vídeos que não têm nada a ver com o fato, muitas informações desencontradas e boatos propagados pela rede. Não há nenhum clima de tensão na cidade, tudo funciona normalmente”, disse Rocha. 

chacina

Os oito corpos que deram entrada no CPCRC aguardam identificação e as mortes serão investigadas pela Divisão de Homicídios da Polícia Civil. 

Trata-se de uma das maiores chacinas dos últimos tempos. E, ao que parece, devidamente anunciada.

Por Portal CTB – com informações da Revista Fórum e Folha de S.Paulo

Compartilhar: