APLB-Bahia avança nas discussões sobre a redução da carga horária de trabalho

Como parte da agenda aprovada na assembleia do dia 09 de abril, a APLB-Sindicato (Sindicato dos Professores do Estado da Bahia) promoveu na quarta-feira (17), no auditório do Sindicato dos Comerciários, a Plenária da Redução da Carga Horária. Diversos trabalhadores em educação se reuniram para debater o assunto e tirar dúvidas.

O coordenador-geral da entidade, professor Rui Oliveira junto com o diretor e segundo secretário Claudemir Nonato expuseram e discutiram amplamente a adequação à carga horária estabelecida na Lei nº 11.738/2008.

O objetivo do encontro foi colher as sugestões dos educadores sobre formas e tratativas para a implantação da redução da jornada.

Ao final, ficou determinado que uma comissão junto com representantes da APLB-Sindicato deverá apresentar a decisão da categoria na reunião agendada com a Secretaria de Educação para quinta-feira (18), às 9 horas.

A deliberação proposta na plenária foi unânime no sentido de não desarrumar a vida orgânica da escola.

O princípio geral definido, e que deverá ser utilizado em toda a Bahia, é que o pagamento será realizado sob a forma de pecúnia, ainda no mês de abril. Nas questões pontuais e específicas de cada escola, vão ser utilizados critérios e parâmetros para essa distribuição. Esses ajustes serão acordados entre a comissão e o governo.

Fonte: APLB Sindicato

 

Compartilhar: