Venda de carros cai 5,62% em janeiro ante mesmo período de 2019

Ao todo, foram licenciados 154,6 mil unidades no primeiro mês do ano

O volume de veículos licenciados em janeiro caiu 3,16% na comparação anual para 193,5 mil veículos, entre carros, comerciais leves, caminhões e ônibus. Os números foram divulgados nesta terça-feira pela Fenabrave, entidade que representa os concessionários de veículos. Já em relação a dezembro, os números de janeiro representam uma queda de 26,32% sobre dezembro.

No segmento de carros e comerciais leves a queda foi de 3,42% sobre janeiro de 2019 e de 26,88% sobre dezembro, com 184,1 mil unidades. O segmento de caminhões cresceu 3,66% na comparação anual, mas caiu 13,71% sobre dezembro. Em janeiro foram emplacados 7.186 caminhões.

Quando considerados apenas o emplacamento de carros, a queda foi de 5,62% em janeiro para 154,6 mil carros ante igual período do ano anterior. Em relação a dezembro, a queda foi de 28,16%.

Somados motos e implementos rodoviários, foram emplacadas 298,4 mil unidades em janeiro, queda de 1,61% na comparação anual e de 19,52% sobre dezembro passado.

A queda no volume de emplacamentos de veículos em janeiro não alterou as projeções da Fenabrave. A estimativa de crescimento para licenciamento de carros se manteve em 8,99% ante 2019, para de 2,465 milhões de unidades. Somando os comerciais leves esse total chega a 2,898 milhões de emplacamentos, alta de 9%.

A Fenabrave está mais otimista com o segmento de caminhões, com alta de 24% para o ano, com 126.156 unidades vendidas. Somando caminhões e ônibus, a alta esperada é de 22,32%, com 157,7 mil emplacamentos.

A estimativa para o mercado como um todo, incluindo motos e implementos rodoviários, é atingir 4,3 milhões de unidades licenciadas. Nesse caso, o crescimento chegaria a 9,67%.

Fonte: Carlos Prieto, para o jornal Valor

Compartilhar: