Pandemia causou colapso na economia. E agora?

A partir deste mês, o auxílio emergencial, aprovado pelo Congresso Nacional a contragosto do ministro da Economia, Paulo Guedes, e de Jair Bolsonaro, cai pela metade, de R$ 600 para R$ 300. 

O corte drástico deve contribuir para o aumento da taxa de desemprego, já que com o valor menor muitos que ainda estavam em isolamento social sentirão a necessidade de sair em busca de trabalho. 

Nos próximos meses, a questão econômica dominará o debate político e crescerá a cobrança sobre Paulo Guedes, que já vem levando puxões de orelha públicos de um Bolsonaro preocupado com a própria popularidade diante da agenda anti-povo de seu ministro.

Ainda não estão claros os rumos do governo e do Parlamento diante do cenário de crise que se aprofunda. O que será o Brasil pós-pandemia é o que fazer para evitar o pior? 

O economista Luiz Gonzaga Belluzzo, professor da Unicamp e articulista da Carta Capital, tenta responder a essa e a outras perguntas em uma conversa com o jornalista Altamiro Borges, presidente do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé e colunista do Vermelho.

Confira abaixo o bate-papo:

Portal Vermelho

Compartilhar: