Frente Parlamentar em Defesa da Indústria Naval será reinstalada no Rio

O relançamento ocorrerá no dia 12 de agosto de 2019, às 10 horas, em ato no plenário da Assembleia Legislativa do estado – Alerj. O evento se deve a uma iniciativa dos sindicatos dos metalúrgicos de Angra dos Reis, Rio e Niterói, em parceria com o deputado Waldeck Carneiro, conforme esclarece a nota divulgada pelas entidades, reproduzida abaixo.

Nos últimos anos a indústria naval brasileira mais desempregou do que empregou! Mais de 60 mil empregos, boa parte de mão de obra qualificada foram eliminadas das estatísticas da indústria naval brasileira.

Em 2000 a indústria naval foi revitalizada com a política de priorizar equipamentos nacionais na exploração e produção de petróleo. Antes com o Conteúdo Local em 65% tínhamos a garantia de oportunidades de milhares de abertura de vagas de emprego para toda a cadeia produtiva do setor naval.

Com a redução da exigência do Conteúdo Local a crise no setor só se agravou pois obras que poderiam ser feitas nos estaleiros brasileiros estão sendo feitos na Ásia, petroleiras estão entrando com recursos na ANP (Agência Nacional de Petróleo) para descumprir o já pouco Conteúdo Local, hoje 25%, pagando uma pequena multa que na maioria das vezes nem são pagas para fazer a obra fora do Brasil. Em outras palavras, estão tirando nossas obras e nossos empregos e levando para fora do Brasil!

Nós do Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis,  juntamente com Sindimetal Rio, Sindimetal Niterói e outras entidades ligadas ao setor naval nos reunimos por diversas vezes e juntos com o deputado Waldeck Carneiro, que é um incansável defensor da indústria naval, estamos fazendo o Re-lançamento da Frente Parlamentar em defesa da Indústria Naval, lutando para que medidas sejam tomadas pelo governo estadual e federal em favor da indústria naval. Temos propostas!

#LutarSempre

Compartilhar: