O filósofo marxista Domenico Losurdo dá conferência em São Paulo

Domenico Losurdo é um dos mais respeitados filósofos marxistas da atualidade. Italiano de nascimento, estudou em Tubinga (Alemanha) e em Urbino (Itália). Desde 1988 preside a Internationale Gesellschaft Hegel-Marx für Dialektisches Denken, e é membro fundador da Associação Marx Século XXI. Atualmente leciona filosofia da história na Universidade de Urbino. Possuiu uma obra monumental e é um dos estudiosos italianos mais traduzidos no mundo. No Brasil publicou entre outras coisas: Hegel, Marx e a tradição liberal: liberdade, igualdade e Estado; Democracia e Bonapartismo;  Gramsci do liberalismo ao “comunismo crítico; Fuga da História? A Revolução Russa e a Revolução Chinesa Vistas de Hoje; Contra-História do Liberalismo; Liberalismo – Entre civilização e barbárie; Nietzsche: o rebelde aristocrata: biografia intelectual e balanço crítico; Stalin – História crítica de uma lenda negra; Linguagem do Império; Não violência: uma história fora do mito e O pecado original do século XX. Tem artigos publicados nas revistas Crítica Marxista, Margem Esquerda, Princípios e outras.

Nessa encontro o filósofo marxista italiano desenvolve uma salutar polêmica  contra as correntes políticas e filosóficas – inclusive de esquerda – que negam a luta de classes ou tem uma visão estreita em relação à ela. Baseado no seu novo e instigante trabalho publicado pela editora italiana Laterza intitulado “A luta de classes – Uma história política e filosófica”.  Como ele mesmo afirma: “Para compreender a ação histórica, é necessário à luta de classes, aliás ‘lutas de classes’ que assumem formas múltiplas e variadas, entrelaçam-se umas às outras de modo peculiar e conferem uma configuração sempre diferente às diversas situações históricas”.  Lutas de classe (no plural) que não se configuram apenas como confronto operário e patrão no âmbito do mundo fabril. Ela é mais ampla e adquire outras dimensões: nas relações entre o imperialismo e os povos subjugados, na opressão sexual da mulher e racial.  Conclui: “Estamos, portanto, em presença de três grandes lutas de classes: os explorados e oprimidos são chamados a modificar radicalmente a divisão do trabalho e as relações de exploração e de opressão que subsistem em nível internacional, em um país singular e no âmbito da família”.

Posse da seção paulista da Fundação Maurício Grabois
Lançamento do livro O pecado original do século XX de Domenico Losurdo
Onde e quando ocorrerá:
Câmara Municipal de São Paulo
Dia 03/10/2013
Horário: às 19 horas
Local: Salão Nobre da Câmara Municipal de São Paulo
(Viaduto Jacareí, 100 – Bela Vista – São Paulo)
 
Promotores: Fundação Maurício Grabois, Seção paulista da Fundação Maurício Grabois.
 
Apoio: Vermelho, União da Juventude Socialista (UJS), Núcleo de Estudo da Mídia Independente Barão de Itararé, Instituto de Estudos Contemporâneos e Cooperação Internacional  (IECint) e revista Princípios. 
 

Compartilhar: