Marcelo Rubens Paiva recusa a Ordem do Mérito Cultural do governo golpista. Saiba como!

O escritor e dramaturgo Marcelo Rubens Paiva recusou a indicação para a Ordem do Mérito Cultural 2016. O convite foi feito por e-mail ao escritor que respondeu também via correio eletrônico.

Ele respondeu: “Caros, obrigado pela lembrança, mas vou declinar. Sou um democrata, e não aceito a forma com o novo governo foi conduzido ao poder. Aceitaria se fosse de um governo eleito pelo voto direto”.

Veja abaixo o convite e a resposta de Paiva

marcelo rubens paiva declina merito cultural

O autor do best seller “Feliz ano velho” (1981), onde conta o seu drama de perder o pai – o deputado federal socialista Rubens Paiva – nos porões da ditadura e o acidente que o deixou tetraplégico.

Sempre defendeu posições democráticas e batalhou para que o Estado brasileiro reconhecesse o assassinato de seu pai. Também publicou “Blecaute” (1986), “As fêmeas” (1992), “O homem que conhecia as mulheres” (2006), “Ainda estou aqui” (2015), entre outros livros.

confira a página do autor no Facebook aqui.

Marcelo Paiva é mais um que se recusa a coabitar com o governo golpista. Quando Michel Temer voltou atrás na extinção do Ministério da Cultura, e por não haver mulheres no primeiro escalão de seu desgoverno, recebeu a recusa de cinco mulheres para assumir a pasta, até que conseguiu Marcelo Calero.

Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

Compartilhar: