Livro de dirigente da CTB desvenda os descaminhos do neoliberalismo em MG

Ocorre nesta quinta-feira (7) o lançamento do livro Desvendando Minas: Descaminhos do Projeto Neoliberal, organizado por Gilson Reis e Pedro Otoni. A obra “é uma reflexão crítica dos últimos dez anos dos governos Aécio e Anastasia em Minas Gerais. Sua presença será muito importante para todos que lutam por uma nova Minas”, relata Reis em seu Facebook. O livro também esclarece o que há por trás das expressões “choque de gestão” e “déficit zero”, amplamente utilizados pelos governos tucanos em todo o país.

Para Gilson Reis, vereador do PCdoB em Belo Horizonte e presidente do Sindicato dos Professores do Estado de Minas Gerais a política do PSDB tem se revelado  “uma gestão desastrosa” para os trabalhadores e trabalhadoras mineiras. O vereador promete ainda que “segredos políticos serão revelados”. O outro autor, Pedro Otoni é professor da Universidade Federal de Minas Gerais e cientista político.

Os artigos apresentam uma leitura crítica das últimas gestões no estado, sob a batuta do senador Aécio Neves (PSDB), pré-candidato de seu partido ao Palácio do Planalto para a eleição de 2014. E revelam facetas contraditórias de governantes que se sustentam com lançamentos espetaculares e “blindagem” por parte da mídia, ao mesmo tempo em que os dados reais desagradam a todos, transformando o cenário econômico no estado uma tragédia grega.

O prefácio é do jornalista e presidente nacional do Centro de Estudos da Mídia Alternativa Barão de Itararé, Altamiro Borges para quem “o livro apresenta um rico apanhado do modo tucano de governar; o que o torna uma obra indispensável para o debate de ideia na sociedade com vistas à campanha presidencial em 2014”. 

Cada autor esmiúça os números e ações a respeito da falácia administrativa dos mais recentes governos mineiros sempra serviço do capital, desenvolvendo um papel figurativo enquanto o estado está cada vez mais entregue a interesses de uma hegemonia econômica que não garante o bem estar da população e só faz aumentar a dívida pública, uma maldita herança para as próximas gerações. A realidade é o verdadeiro choque: um governo orientado para o deus-mercado.

Entre os artigos há uma denúncia embasada pelo Ministério Público Estadual que em dezembro de 2010 ajuizou uma ação contra o governador Aécio Neves, acusando-o de descumprimento da Emenda Constitucional 29 em relação aos gastos com a Saúde. A prestação de contas do governador destinou R$ 3,5 bilhões para a Companhia de Saneamento de Minas Gerais (Copasa) relacionando o erário publico à saúde só que o montante jamais chegou à estatal.

“Das salas de aula ao chão das fábricas, do sistema prisional às ruas da cidade capital, temos em cada texto deste livro um fragmento que vai estabelecendo a construção de uma caixa de ferramentas necessária para forçar as frestas do discurso e consenso que se assentou na última década, para tanto, o necessário ‘dar combate à mistificação em sua própria casa’, é a linha de conduta dos textos”, define Sérgio Danilo Miranda Rocha, secretário Geral da Fundação Maurício Grabois em Minas Gerais.

Lançamento:

Desvendando Minas: Descaminhos do Projeto Neoliberal

Organização: Gilson Reis e Pedro Otoni

Projeto Gráfico: Mark Florest

Data: 7 (quinta-feira)

Horários: 14h no Teatro da Assembleia Legislativa de Minas Gerais

                20h no Clube Mineiro da Cachaça, na Rua Mármore, 373, Santa Tereza, Belo Horizonte

Portal CTB com agências

Compartilhar: