Livro analisa conquistas e desafios do Bolsa Família

O livro Programa Bolsa Família – uma década de inclusão e cidadania teve lançamento nesta quarta-feira (30), durante a cerimônia de celebração dos dez anos do programa, no Museu da República, em Brasília. Publicação do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, a obra apresenta os avanços dos dez anos de vigência do programa e os desafios que ainda existem para erradicação da miséria no país.

Um dos objetivos da publicação é derrubar mitos criados pelos setores contrários ao programa que atente 13,8 milhões de famílias. Os dados pesquisados mostram que até o nível de fecundidade diminuiu na população atendida e o desempenho escolar das crianças beneficiárias melhorou substancialmente (leia aqui) também se atacou a ideia preconceituosa de que o Bolsa Família criava “preguiçosos”. Além de diminuir a taxa de mortalidade infantil, entre outras questões sociais.

Pelo perfil traçado dos beneficiários descobriu-se que “72% delas são extremamente pobres e 64% dos responsáveis pelas famílias não chegaram a completar o ensino fundamental”, garante o Ipea. “A maioria dos benefícios é recebida por habitantes do Nordeste do país (50%), especialmente dos estados do Maranhão e Piauí. Apenas 38% têm, ao mesmo tempo, acesso a água tratada e coleta de esgoto”, acentua. 

Leia este link também.

Portal CTB com Ipea

 

Compartilhar: