Jornalista José Trajano é demitido da ESPN por “contenção de despesas”

A ESPN rescindiu nesta sexta-feira (30) o contrato com o jornalista José Trajano alegando contenção de despesas. A informação foi confirmada ao Portal Vermelho pelo próprio Trajano em conversa por telefone no início desta tarde. O jornalista, fundador do canal e atuante na empresa há 21 anos, definiu as razões alegadas pela ESPN como “esquisitas”. Para ele, “não tiveram coragem de dizer os reais motivos”.

Um dos comentaristas esportivos mais populares do país, Trajano se surpreendeu com a notícia, que foi dada a ele em uma reunião de “cinco minutos” realizada na quinta-feira (29) com o “German”. German Von Hartenstein é o diretor da ESPN.

“Eu esperava que isso acontecesse há algum tempo mas não agora”, disse Trajano.

Combate ao golpe

Contundente no posicionamento político, José Trajano havia sido “orientado” pela ESPN a amenizar os comentários políticos após ele se declarar contra o golpe de Estado, que se consolidou no país contra a presidenta eleita Dilma Rousseff.

Ao Portal Vermelho, ele gravou um vídeo convocando os paulistanos a participarem de atos na paulista. Também esteve presente em manifestações contra o golpe promovidas por entidades que atuam pela democratização da comunicação.

Críticas ao governo Temer

Em um meio de raras manifestações políticas, Trajano fez críticas ao governo interino de Michel Temer e condenou com veemência as declarações de Romero Jucá, que afirmou em gravações que o objetivo do impeachment contra a presidenta era acabar com as investigações da Lava Jato já que Dilma deu toda a autonomia para que a operação se fortalecesse.

Protesto contra cultura do estupro

“Sem papas na língua”, o comentarista foi alvo de comentários da turma do ódio nas redes sociais quando criticou a participação de Danilo Gentili em um programa da emissora. Ao vivo, Trajano fez um protesto.

“O canal abrigou esta semana um personagem engraçadinho, que se porta como um sujeito que faz apologia do estupro. Em nome do humor, dizendo que no humor cabe tudo. Esse grupo ficou enojado com a presença dele”, declarou Trajano. Em 2012, Gentili elogiou uma relação sexual no programa Big Brother. Na cena, a participante estava alcoolizada.

O jornalista apresentava o programa Linha de Passe na ESPN todas as segundas e sextas-feiras.

Fonte: Portal Vermelho, por Railídia Carvalho

Compartilhar: