Exposição Múltiplo Leminski revela todas as faces do poeta

Arte de Rafael Sica homenageia Paulo Leminski

A vida e a obra do poeta curitibano são tema de exposição na Caixa Cultural São Paulo. Após passar por cinco cidades brasileiras, chega a São Paulo a mostra itinerante “Múltiplo Leminski”, que homenageia o escritor curitibano Paulo Leminski (1944-1989). Composta por mais de mil objetos originais, entre fotos, livros, pinturas, poesias, vídeos e filmes, a exposição retrata a vida e a obra do poeta e pode ser conferida na Caixa Cultural São Paulo até 3 de maio.

Os objetos da exposição pertencem ao acervo da família de Leminski. Os visitantes poderão conhecer a máquina de escrever com que ele trabalhou a maior parte de sua vida, textos manuscritos e datilografados originais, obras que fizeram parte da biblioteca particular do escritor, cadernos e recortes de jornais, entrevistas, cartas, poesias escritas em guardanapos e histórias em quadrinhos.
“Para alguns, Leminski era principalmente um poeta. No entanto, além de um grande poeta, ele foi um pensador de cultura, haikaísta, tradutor, biógrafo, jornalista, ensaísta, contista, romancista, autor de experimentações verbais e visuais, ‘polemista’, roteirista de histórias em quadrinhos, judoca, professor, publicitário, compositor. E, em tudo isso, ele era inovador”, resume a poeta e viúva de Leminski, Alice Ruiz.

Trecho da poesia A lua no cinema:
“A lua foi ao cinema,/passava um filme engraçado,/a história de uma estrela/que não tinha namorado…A lua ficou tão triste/com aquela história de amor/que até hoje a lua insiste:/— Amanheça, por favor!”

Serviço

Exposição: Múltiplo Leminski
Onde: Caixa Cultural São Paulo
Praça da Sé, 111 – 8º andar
Quando: de terça a domingo, das 9h às 19h.
Até 3 de maio
Grátis

Texto publicado originalmente no Jornal Olho Crítico número 8. Na capa a ilustração da matéria saiu sem o crédito por erro gráfico.

Por Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

Compartilhar: