Elas cantando por elas: Festival Luz Del Fuego apresenta mulheres empoderadas, no domingo

Por Marcos Aurélio Ruy (Foto: Divulgação)

Acontece neste sábado (6), das 14h às 19h, a nova edição do Festival Luz Del Fuego pelo canal do YouTube oficial do importante festival que nasceu em 2019 para dar voz à música independente feita por mulheres empoderadas.

Elas por elas cantando a força feminina para se impor num país extremamente hostil às mulheres. Idealizado por Gabriela Brown e Louisy Carvalho, o nome do festival presta homenagem à artista Dora Vivacqua (1917-1967).

Lira, de Gabriela Brown

A capixaba Dora se apresentava como Luz Del Fuego e foi protagonista do feminismo na cultura como dançarina, atriz e escritora. Contam historiadores, que ela se tornou a primeira nudista do país ao se apresentar nos palcos nua, coberta por duas cobras enroladas em seu corpo, noas anso 1920.

Louisy explica que o festival “é um projeto com uma premissa bem afetuosa, bem afetiva, de presença de mulheres com outras mulheres do ramo musical” e por isso se fez necessária a retomada do projeto “neste período de pandemia, porque a única saída para profissionais da música é fazer live, e com isso, essa disparidade de gênero se tornou mais gritante ainda”.

Açaí, de Morenna

Se apresentam nesta edição as artistas Morenna, Afronta Mc, Gabriela Brown, Indy Naíse, Jasper e Gana, Julia Mestre, Luiza Boê, Transe, Luiza Dutra e Bella Mattar. Grandes nomes que despontam na música popular brasileira independente.

Ela Se Foi, de Bella Mattar

São vozes femininas cantando o que as mulheres querem para as suas vidas. Além de mostrar a força do feminismo como esperança de um futuro de igualdade e respeito à dignidade humana. Boa oportunidade de conhecer esses novos talentos da MPB.

Compartilhar: