Centrais sindicais lutam nas ruas para governo prorrogar desoneração

Foto: Joélcio Santana

As centrais sindicais foram às ruas, na tarde desta segunda-feira (25), em defesa da prorrogação da desoneração da folha de pagamento de 17 setores. O ato em frente à sede do governo federal, na Avenida Paulista, em São Paulo, reuniu CTB, Nova Central, CUT, Força Sindical, UGT e CSB.

O vice-presidente nacional da CTB Ubiraci Dantas, o “Bira”, lembrou que, hoje, cerca de 40 milhões de trabalhadores brasileiros estão desempregados, desalentados ou subempregados. Por isso, a desoneração tem grande impacto. “Mas não pode ser uma desoneração que favoreça o bolso das multinacionais”, afirmou Bira.

A desoneração atual tem vigência até dezembro deste ano. Para manter essa conquista e garantir a preservação de até 6 milhões de empregos, as centrais lutam para que a medida seja prorrogada até 2026.

Compartilhar: