Oposição derrota chapa cutista nos municipários de Florianópolis

Chapa integrada por militantes do PCdoB, PSOL e PSTU derrota corrente da CUT que dirigia o sindicato há uma década. A eleição para a diretoria do Sindicato dos Municipários de Florianópolis foi realizada nos dias 5 e 6 de agosto. Disputaram a eleição duas chapas: a chapa 1, Unidade, resistência e luta, de situação, integrada por militantes da Esquerda Marxista, corrente do PT e da CUT, de situação, e a chapa 2, Mudança, unidade e democracia, formada por militantes do PCdoB, PSOL e PSTU e independentes, de oposição.

A chapa de oposição surgiu devido a forma de condução do sindicato, sem ouvir e respeitar as diferenças, impondo quase sempre a vontade da maioria de forma hegemonista.

Por ser uma chapa composta de forma heterogênea, a busca do consenso e da unidade deverá ser uma prática constante na nova direção, até porque são correntes que já vinham atuando juntas nas lutas da categoria a muitos anos.

O resultado final foi o seguinte:

Aptos a votar – 4.415
Votos coletados
– 2.437 votos
Votos inutilizados – 59 votos
Votos Chapa 1 – 1.132 votos
Votos Chapa 2 – 1.173 votos
Brancos – 20 votos
Nulos – 53
Diferença entre as chapas: 41 votos
 
A nova presidente do Sintrasem é a professora Lea, funcionária da prefeitura há 25 anos (administradora escolar); a secretaria geral ficará com Sandra, margarida da Comcap há 9 anos e a secretaria de administração e finanças com Janete Recalcati, auxiliar de sala há 24 anos.

Vermelho

Compartilhar: