Vaias para Temer na abertura das Paralimpíadas Rio 2016 no Maracanã lotado

Antes mesmo da festa começar, ocorreu manifestação reunindo milhares de pessoas pelo “Fora Temer”. Bastou Carlos Arthur Nuzman, do comitê organizador dos Jogos, citar o governo federal e as vaias ressoaram forte no histórico estádio do Maracanã, cenário da festa.

Com o tema “Rompendo Limites”, a festa de abertura das Paralimpíadas Rio 2016 aconteceu nesta quarta-feira (7), sem grande destaque na mídia comercial.

“A festa está bonita e a torcida grande para que os atletas brasileiros possam brilhar mais uma vez, mesmo com as dificuldades enfrentadas com o governo golpista golpeando o esporte paralímpico e olímpico no país”, diz Carlos Rogério Nunes, secretário de Políticas Sociais, Esporte e Lazer da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Estarão participando da competição 4.314 atletas, de 159 países, que disputarão até o dia 18, 528 provas em 23 modalidades esportivas. São 225 medalhas femininas, 265 masculinas e 38 mistas em disputa.

A delegação brasileira conta com 285 atletas, sendo 185 homens e 100 mulheres, a maior delegação da história. A perspectiva do Comitê Paralímpico Brasileiro é que o Brasil fique entre os cinco primeiros colocados no ranking de medalhas.

“Muito importante a realização dos jogos paralímpicos no Brasil. É uma oportunidade para a refletirmos sobre a necessidade de políticas de inclusão, que deem oportunidades iguais para todos os brasileiros”, afirma Nunes.

“O esporte é essencial para o reforço do espírito de solidariedade nas pessoas”. Ele ressalta ainda a necessidade da luta pelas Diretas Já como forma de barrar o golpe no país, neste momento em que “o mundo estará nos vendo”.

Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

Compartilhar: