“Unidade e resistência serão fundamentais para a luta em curso”, frisa Adilson

“Unidade da esquerda e resistência dos movimentos sindical e social serão fundamentais para a luta em curso”, frisa Adilson Araújo, presidente nacional da CTB, durante participação em Encontro de Comunicadores pela Democracia, organizado pela Frente Brasil Popular, que começou neste sábado (18) e vai até amanhã (19), em São Paulo.

Ao avaliar a conjuntura e os passos seguidos pelo governo golpista do interino Michel Temer, Araújo alertou que o Brasil vive um verdadeiro reality show. “O que assistimos é um verdadeiro big brother da política. Além disso, esse governo ficha-suja ataca sem pudor os direitos duramente conquistados”. E emendou: “O que testemunhamos nesses últimos 30 dias de governo interino foi o desmonte de ações que reposicionaram o Brasil”.

Ele ainda elencou os pontos mais críticos da agenda do golpe, salientando a geografia construída desde a jornada de junho de 2013, passando pela onda do #NãoVaiTerCopa.

“Esses dois movimentos pavimentaram o caminho para elergermos o Congresso mais conservador desde 1964. Em seguida, a república de Curitiba, com forte apoio da mídia burguesa, reforçou a onda golpista. Sérgio Moro é outro personagem desse reality show e causou grandes danos às conquistas alcançadas nos últimos 13 anos”, reforçou o presidente da CTB ao citar o impacto das ações de Moro na Indústria Naval, por exemplo. 

Acompanhe parte do debate:

 

Portal CTB – Joanne Mota

Compartilhar: