Trabalhadores fazem greve na Usina Tamoio, em SP

Cerca de 280 trabalhadores rurais da Usina Tamoio, unidade do Grupo Cosan em Araraquara (SP), estão em greve por causa da redução dos salários. A queda ocorreu, segundo a empresa, pela diminuição na parcela variável relativa ao corte da cana. Com as chuvas constantes na região, houve a redução no serviço e, consequentemente, na comissão paga acima do salário fixo.

Por meio de nota, a Cosan confirmou a paralisação parcial, iniciada na semana passada, e informou "que está em contato permanente com os funcionários e o sindicato local com o objetivo de normalizar a situação". Ainda segundo a empresa, o acordo coletivo para a categoria, negociado em maio, com aumento de 5,83% sobre os salários, foi cumprido normalmente. "Todos os funcionários da companhia têm contratos de trabalho regidos pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho)", concluiu a companhia. A usina, de acordo com a Cosan, produz apenas açúcar e opera normalmente.

Compartilhar: