Fim do Programa Farmácia Popular atinge 20 milhões de brasileiros

O fim do Programa Farmácia Popular, criado em 2004, na primeira gestão do ex-presidente Lula, prejudicará o atendimento a 20 milhões de brasileiros.

A canetada é mais um gigante retrocesso e irá atingir principalmente a população de baixa renda, que até então recebia gratuitamente remédios para controle de hipertensão, diabetes, asma, doenças nefróticas, distúrbios de natureza psiquiátrica, e outras patologias.

Portal CTB

Compartilhar: