Servidores aprovam greve pela revisão salarial

Mais de 200 servidores em Goiás aprovam greve por tempo indeterminado pela Revisão Salarial.
Os servidores do Poder Judiciário Federal em Goiás paralisaram as atividades, por uma hora, nessa quarta e quinta-feira (11 e 12 de novembro), demonstrando unidade de luta pelo envio imediato da proposta de Revisão Salarial ao Congresso Nacional.

“Historicamente o nosso processo de mobilização foi fundamental para as nossas conquistas e, com o atual PCS e a proposta de revisão salarial, não será diferente. Somente a nossa união poderá permitir a equiparação com as outras carreiras. A participação de mais de 200 servidores na paralisação demonstra a nossa união e força de luta”, afirmou o presidente do Sinjufego, Cezar Prazeres.

Em assembleias setoriais realizadas após as paralisações nessa quinta-feira (12/11), os servidores do TRT-GO, TRE-GO e Justiça Federal aprovaram a proposta de que o Sinjufego defendesse, na Reunião Ampliada da Fenajufe que ocorreu neste sábado (14/11), greve por tempo indeterminado caso a proposta de Revisão Salarial não seja encaminhada imediatamente ao Legislativo.

CALENDÁRIO

Nesta semana, o Sinjufego realizará assembleias setoriais para avaliar as deliberações da Reunião Ampliada da Fenajufe.

Na quarta-feira (18/11) , às 14 horas, ocorrerá assembleia no Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região e, às 17 horas, no Tribunal Regional Eleitoral de Goiás.
Na Justiça Federal, a assembleia foi agendada para quinta-feira (19/11), às 14 horas.

Fonte: Carolina Skorupski
Assessoria de Comunicação do Sinjufego

Compartilhar: