Senado intima governador do Paraná a explicar repressão aos professores

A Comissão dos Direitos Humanos (CDH) do Senado intimou o governador do Paraná Beto Richa (PSDB) a explicar, nesta quarta-feira (6) a repressão da PM (Polícia Militar) à manifestação pacífica dos professores paranaenses. A ação policial ocorreu no Centro Cívico, em frente à Assembleia Legislativa do estado, onde estava sendo votada a alteração da previdência em prejuízo dos servidores públicos do estado.

A iniciativa da senadora Gleisi Hoffman teve apoio unânime dos componentes da comissão. Também foram convocados o secretário estadual de Segurança Fernando Francischini e o chefe da Casa Militar coronel Adilson Casitas. Os senadores querem ouvir a versão deles sobre a violência que feriu 213 manifestantes, de acordo com informações da prefeitura de Curitiba. Também foram convidados a participar da audiência a Ordem dos Advogados do Brasil e a APP-Sindicato dos Professores do Paraná e a Federação Nacional dos Jornalistas.

Além de massacrar professores desarmados, a ação da polícia de Beto Richa – notório defensor do PSDB – conseguiu estourara a blindagem midiática em torno do governador tucano. A repressão foi noticiada em todo o país e pela imprensa internacional. Agora não dá mais para esconder a proposta para a educação do PSDB. Em todos os estados governados por eles, a crise é a mesma.

A repressão pegou tão mal que até o colunista de “O Globo” Ricardo Noblat escreveu em sua coluna desta segunda-feira (4) uma nota intitulada “Perdeu Richa!”. Segundo o colunista, o episódio descarta totalmente a possibilidade de Beto Richa ser candidato à Presidência em 2018.

Além de ter sido intimado a depor no Senado nesta quarta-feira, o governante do Paraná assiste a inúmeras manifestações de repúdio à ação de sua polícia em todo o Brasil. Na segunda-feira, milhares de pessoas vestiram preto em solidariedade aos professores do estado e nesta quarta-feira (5) ocorrem protestos de professores em todo o país contra a violência a seus colegas e em defesa de mais investimentos em educação.

Leia mais

Educadores param nesta terça (5) em todo o Brasil em defesa da educação

Polícia de Beto Richa massacra professores em Curitiba

Por Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

Compartilhar: