REUNIÃO DA DIREÇÃO PLENA DA CTB GOIÁS

A CTB Goiás promoveu, no ultimo dia 14 de novembro, a sua reunião com a direção plena para avaliação da conjuntura política e sindical internacional, nacional e do estado de Goiás. Tratou também a preparação e a convocação do Conselho de Entidades Sindicais.

No ponto de vista da direção da CTB Goiás há necessidade urgente de uma unidade sindical para consolidar a luta contra os retrocessos iniciados no governo Temer e agravados no atual governo com as pautas ultraliberais que atacam, destroem e restringem os diretos dos trabalhadores e trabalhadoras e de suas organizações sindicais.

O Presidente da CTB Goiás, Railton Nascimento de Souza, anunciou que Conselho de Entidades Sindicais da CTB Goiás, previsto estatutariamente, será um momento de reorganização sindical em Goiás, no sentido de agregar novos quadros para a formação de uma CTB mais ampla e para alinhar a sua agenda de lua política sindical com os Sindicatos filiados e vice-versa. O conselho sindical da CTB Goiás contará com os presidentes de sindicato filiados à central, conforme determina o estatuto da entidade, e também com sindicalistas convidados.

Para o Secretário de Mobilização da CTB Goiás, Honório Ângelo da Rocha, a formação do conselho, que é um órgão de natureza consultiva e deliberativa, é de fundamental importância nesse momento da história em que a CTB deve agregar novos sindicatos e novos líderes sindicais à luta da classe trabalhadora. O Conselho também será o espaço para o planejamento de passos concretos para a efetivação do enlace da  Central Geral dos Trabalhadores do Brasil – CGTB com a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – CTB.

Nesta reunião da diretoria foi discutida também a defesa  da Unicidade Sindical. A Direção Estadual em Goiás levanta a bandeira da Unicidade Sindical e rejeita o pluralismo sindical que o governo federal pretende impor como mais um grave golpe contra os sindicatos com o objetivo de esvaziá-los e pulverizá-los. A clara intenção dos inimigos da classe trabalhadora é  dividir, pulverizar e debilitar o sindicalismo no Brasil com vista a enfraquecê-lo e destruí-lo. Nesse sentido, a CTB Goiás entende que a classe trabalhadora e o povo brasileiro já perderam muito com a reforma trabalhista regressiva, com a terceirização ilimitada e com o desmonte da seguridade social que estrangulou a previdência pública dos brasileiros, especialmente mais pobres. Sendo assim, a CTB Goiás defende a união mais ampla entre as entidades sindicais e os setores da sociedade civil organizada, do campo e da cidade, a fim de fortalecer a organização da luta do povo trabalhador brasileiro contra a carestia e o desemprego, e em defesa de trabalho, dignidade, democracia e direitos sociais, civis e políticos.

Compartilhar: