Previdência: Temer manobra e vai pra cima dos servidores públicos

Com o objetivo de virar o jogo e aprovar a reforma da Previdência Social Pública, Michel Temer inicia nova manobra e muda texto da proposta, agora com foco no Serviço Público. Para tanto investirá pesado em comunicação para implantar na cabeça dos brasileiros a ideia de que os direitos alcançados pelos servidores públicos são “meros privilégios”.

A desfaçatez do governo vai além e conta com o apoio do deputado Arthur Maia (PPS/BA), que já está redigindo a nova proposta e espera que a mesma seja votada, em dois turnos, até 15 de dezembro, e termine sua tramitação no Senado em fevereiro de 2018.

Informações do Palácio do Planalto indicam que o novo texto prioriza a idade mínima e altera as regras para os servidores públicos

Balcão de negócios

A movimentação na Câmara dos Deputados está dividida e pelos corredores o que se escuta dos parlamentares é: “o zumbi voltou a andar”. Os aliados do governo já sinalizaram a dificuldade de aprovação e destacam que mesmo a mudança ministerial não torna a aprovação certa.

Portal CTB – Com informações do UOL

 

Compartilhar: