Petroleiros iniciam greve nacional por tempo indeterminado

A Frente Nacional dos Petroleiros (FNP) iniciou nesta quinta-feira, 15, paralisação dos trabalhadores da categoria por tempo indeterminado. A informação foi confirmada pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria de Petróleo do Estado do Rio (Sindipetro-RJ), por meio de sua assessoria de imprensa. O movimento abrange os seis sindicatos que participam da FNP. Estes sindicatos englobam um total de 28 mil trabalhadores, de acordo com cálculo do Sindipetro.

Os petroleiros reivindicam reajuste salarial de 4,44% pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC); ganho real de 10%; melhoras no plano de saúde; reposição de perdas desde 1994, além de licença-maternidade de 180 dias e licença-paternidade de 30 dias, entre outras reivindicações. De acordo com o Sindipetro, a categoria tem negociado com a Petrobrás desde agosto. Mas como não houve acordo entre petroleiros e a estatal, os trabalhadores decidiram iniciar a greve.

Compartilhar: