Pesquisa revela que Michel Temer já é o político mais rejeitado da história do Brasil

O Instituto Ipsos divulgou a pesquisa Barômetro Político nesta quarta-feira (26). Os dados revelam que Michel Temer é o político mais rejeitado da história do país. Somente 4% dos entrevistados julgam o seu governo como ótimo e bom.

Enquanto 75% das pessoas classificaram o governo ilegítimo como ruim ou péssimo. “É um claro sinal das políticas desastrosas desenvolvidas por Temer tanto para o país, quanto para a classe trabalhadora”, analisa Carlos Rogério Nunes, secretário de Políticas Sociais da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB).

Além de reprovação recorde, o presidente ilegítimo vê a sua aprovação pessoal despencar. Somente 10% dos entrevistados aprovam a atuação de Temer. Enquanto 87% o desaprovam. “Não poderia ser diferente. Além de chegar ao poder sem voto, Temer constituiu um governo sem mulheres, sem negros, persegue os LGBTs e ainda por cima governa contra os pobres”, afirma Ivânia Pereira, secretária da Mulher Trabalhadora da CTB.

A pesquisa Barômetro Político mostra também que para 92% dos pesquisados o Brasil está no rumo errado. O levantamento ouviu 1.200 pessoas em todo o país. Foi-lhes pedido que opinassem sobre 27 personalidades do mundo político e jurídico.

E para tirar o sono de vez de Temer e seus aliados, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva é o político com maior aprovação do país. Lula tem a aprovação de 34% dos entrevistados. O melhor colocado do PSDB é José Serra com 18%. Já Ciro Gomes teve 11% das preferências.

A pesquisa foi feita na primeira quinzena de abril. “Os dados revelam que as centrais sindicais e os movimentos sociais estão no rumo certo de combater tenazmente esse governo ilegítimo”, afirma Nunes.

Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy. Foto: Bria Webb/Reuters

Compartilhar: