Lava Jato denuncia José Serra e realiza buscas e apreensão em imóveis do ex-governador

O Ministério Público Federal denunciou nesta sexta-feira o senador José Serra (PSDB), ex-governador de São Paulo, e a filha dele, Verônica Allende Serra, sob a acusação de lavagem de dinheiro.  De acordo com a denúncia da força-tarefa Lava Jato de São Paulo, Serra usou o cargo e a influência política para receber da Odebrecht pagamentos indevidos em troca de benefícios relacionados às obras do Rodoanel Sul, entre 2006 e 2007.

Policiais federais cumprem mandados de busca e apreensão em imóveis do ex-governador e da filha dele desde o início da manhã desta sexta.  Ainda segundo o MPF, a empreiteira pagou “milhões de reais por meio de uma sofisticada rede de offshores no exterior, para que o real beneficiário dos valores não fosse detectado pelos órgãos de controle.”

Paralelamente à denúncia, a força-tarefa cumpre oito mandados de busca e apreensão em São Paulo e no Rio de Janeiro, como parte da operação Revoada, para aprofundar as investigações em relação a outros fatos relacionados a esse mesmo esquema de lavagem de dinheiro. “Até agora, a força-tarefa já detectou que, no esquema envolvendo Odebrecht e José Serra, podem ter sido lavados dezenas de milhões de reais ao longo dos últimos anos. Com as provas colhidas até o momento, o MPF obteve autorização na Justiça Federal para o bloqueio de cerca de R$ 40 milhões em uma conta na Suíça”, diz a nota do Ministério Público Federal.

A defesa de Serra ainda não se manifestou sobre a denúncia.

Foto: AFP/Arquivo

Fonte: El país

Compartilhar: