Governo Bolsonaro cria atalho para desmonte da Previdência Social

A equipe econômica do governo Jair Bolsonaro cria atalho e avança com o desmonte da Previdência Social. De acordo com informações o atalho se concentra da regra de transição de 10 a 12 anos.

Ainda que seja menor que os 21 anos da proposta de Michel Temer, a reforma em estudo é mais dura. E ainda não há um cálculo do impacto financeiro da proposta em formulação pela equipe do ministro da Economia, Paulo Guedes.

No modelo traçado pela equipe de Guedes, o regime do INSS (Instituto Nacional do Seguro Social) e o sistema previdenciário dos servidores públicos teriam, após 12 anos, as mesmas regras de idade mínima.

 

Fevereiro

A expectativa no governo é que o texto final seja enviado ao Congresso na primeira quinzena de fevereiro. 

Portal CTB – Com informações da Folha de São Paulo

Compartilhar: