Entidades divulgam manifesto contra o fim do Sistema Único de Assistência Social

A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) figura entre as 164 entidades que assinam o “Manifesto contra o golpe do governo federal ao SUAS”, divulgado nesta quarta-feira (12), acompanhado de um abaixo-assinado para ser entregue ao governo e ao Congresso Nacional.

“No dia 6 de setembro, véspera do ‘Dia da Independência’, o Sistema Único de Assistência Social (SUAS) sofreu um duro golpe que pode significar o seu fim se nós, defensores/as de direitos, numa forte aliança com movimentos sociais e forças sociais democráticas, não agirmos e lutarmos contra mais este ataque do governo golpista aos direitos da classe trabalhadora. Isto porque a Secretaria Nacional de Assistência Social (SNAS) anunciou, durante reunião da Comissão de Intergestores Tripartite (CIT), um corte brutal no orçamento para a área de Assistência Social”, diz trecho do manifesto.

“O serviço social tem sido essencial para o desenvolvimento dos projetos sociais, principalmente para atender a população mais necessitada”, afirma Elgiane Lago, secretária de Saúde da CTB. “O SUAS significou um grande avanço no direito à cidadania, não podemos acabar com esse serviço”.

Leia a íntegra do manifesto aqui.

“O SUAS é de suma importância para estabelecer bases mais sólidas na relação Estado e sociedade. É o modelo de gestão utilizado no Brasil para operacionalizar as ações de assistência social como parte do Sistema de Seguridade Social”, define Lago.

Trecho do texto do abaixo-assinado diz que “o Serviço Social no INSS desempenha esse papel, esclarecendo aos usuários os seus direitos previdenciários e sociais e os meus de exercê-los, de forma individual e coletiva, estabelecendo com os cidadãos a solução dos seus problemas na relação com a Previdência Social”.

Assine a petição contra o fim do SUAS aqui.

Portal CTB – Marcos Aurélio Ruy

Compartilhar: