Divulgada a foto de suspeito de ter assassinado Débora Soriano, de apenas 23 anos

O nome do suspeito divulgado pela investigação é Willy Gorayeb Liger, de 27 anos. Ele  é o principal suspeito de ter violentado e espancado a jovem Débora Soriano, de apenas 23 anos e mãe de duas crianças, na manhã do dia 14 de dezembro no bar Sr. Boteco, na região da Moóca, na capital paulista. Ele era gerente do estabelecimento e primo do proprietário.

De acordo com a investigação Liger já tem histórico de violência sexual contra outras mulheres, inclusive consta contra ele condenação pelo crime de estupro, com mandado de prisão em aberto.

Não havia vínculo entre o suspeito e Débora. O ato de brutalidade e violência foi pelo simples prazer de matar.

Há possibilidade de que o criminoso tenha fugido para o estado da Bahia. Se alguém reconhecer ou foi vítima desse criminoso, procure o 18° DP Alto da Mooca (Rua Juventus, 350 – Telefone: 11-2273-5751) ou ligue para o Disque Denúncia 181.

assassino debora sorino

Débora tinha 23 anos, deixa dois filhos e um futuro de sonhos e possibilidades. Não nos calaremos e nem descansaremos até que Liger seja preso e punido. A Justiça tem que ser feita. Chega de impunidade. 

Evite que ele permaneça nas ruas em ameaça constante às mulheres. Mais informações pelo Facebook da União Brasileira de Mulheres da cidade de são Paulo aqui

#NenhumaDeboraAMenos

Portal CTB 

Compartilhar: